Notícias

15 mil processos são correicionados no polo de BG

25/09/2018

Aproximadamente 15 mil processos físicos e virtuais do sistema Apolo foram correicionados nas comarcas de Barra do Garças,  Campinópolis, Canarana e Novo São Joaquim, de 17 a 21 de setembro. De acordo com a Portaria nº 63/2018 da Corregedoria-Geral da Justiça de Mato Grosso (CGJ-MT), a tarefa foi executada pelos juízes auxiliares Ana Cristina Silva Mendes e Aristeu Dias Batista Vilella, com auxílio de 15 assessores.

Como sempre, a desembargadora corregedora Maria Aparecida Ribeiro acompanhou de perto os trabalhos. A magistrada lembrou que as outras duas comarcas do polo IX – Água Boa e Nova Xavantina – já haviam sido correicionadas em setembro do ano passado. “Estamos na reta final, muito próximo de cumprir o que nos propusemos no início da gestão: correicionar as 79 comarcas de Mato Grosso. Faltam apenas Chapada dos Guimarães, Pedra Preta, Poconé, Rondonópolis, Santo Antônio de Leverger e finalizar Cuiabá”, comemorou.

Como é - Conforme a corregedora, a ação consiste em: 1) averiguar por amostragem a regularidade dos serviços administrativos e judiciários executados; 2) orientar magistrados e servidores para uma melhor organização das rotinas. “Fazemos isso visando efetividade da prestação jurisdicional, redução da taxa de congestionamento e cumprimento de metas estabelecidas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ)”, acrescentou Maria Aparecida. 

Durante a correição são examinados processos, livros, papéis, atos e documentos relacionados ao expediente forense. Também são levantadas informações sobre as equipes de trabalho (recursos humanos), estrutura física e equipamentos. A equipe responsável elabora um relatório detalhado e entrega aos juízes responsáveis por cada vara, com recomendações e prazos para cumprimento, ou mesmo notas de elogio. A diretoria do foro ainda recebe um exemplar do ‘Manual de Padronização de Rotinas das Secretarias Judiciais do Estado de Mato Grosso’, atualizado em 2018, que também pode ser consultado no site da Corregedoria.      

Outras atividades - A corregedora-geral da Justiça, desembargadora Maria Aparecida Ribeiro, aproveita a visita às comarcas para, quando há demanda, se reunir com advogados, integrantes do Ministério Público e da Defensoria Pública, como também visitar serventias extrajudicias e instituições de acolhimento. Nas últimas viagens, se beneficiou do deslocamento para expandir o programa Efetividade na Execução Fiscal no interior.

 
Leia também:

Polo de Barra do Garças será correicionado a partir desta segunda

Corregedora acompanha trabalhos em São Félix

CGJ-MT faz correição em Água Boa e Nova Xavantina  


Ana Luíza Anache
Assessoria de Comunicação CGJ-MT
corregedoria.comunicacao@tjmt.jus.br
(65) 3617-3571/3777