Notícias

Corregedoria e Justiça Comunitária articulam casamento social em Cuiabá

31/08/2018

A corregedora-geral da Justiça de Mato Grosso, desembargadora Maria Aparecida Ribeiro, recebeu o juiz coordenador do programa Justiça Comunitária, Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, e equipe para uma reunião, na semana passada. Inicialmente o magistrado abordou a evolução e os resultados de 2018 dos projetos dos quais está à frente ou participa, como Ribeirinho Cidadão, assinatura de convênio para que a Prefeitura de Cuiabá utilize mão de obra de reeducandos, e implantação da primeira unidade modelo Apac (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados) em Mato Grosso. 

Em seguida, a coordenadora da Justiça Comunitária, Aurineide Mariano Pereira Santos da Silva, colocou toda a equipe à disposição da Corregedoria para desenvolver ações conjuntas, especialmente a última edição do ano do casamento social em Cuiabá. A desembargadora corregedora agradeceu o apoio e reforçou também estar aberta às parcerias. Assim, ficou acordado que o primeiro passo será chamar as serventias extrajudiciais para uma reunião. Depois, dialogar com Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano do município, Ministério Público e Defensoria Pública. 

A corregedora Maria Aparecida Ribeiro informou que designará a juíza diretora do Fórum de Cuiabá, Edleuza Zorgetti Monteiro da Silva, para coordenar os trabalhos. A ideia é realizar uma grande cerimônia, com culto ecumênico, para casais que não têm condições de pagar o registro do casamento civil. 


Ana Luíza Anache 
Assessoria de Comunicação CGJ-MT
corregedoria.comunicacao@tjmt.jus.br
(65) 3617-3571/3777